Você conhece a carne Angus?

Certamente você já ouviu falar de Angus, um tipo especial de gado que vem sendo cada vez mais valorizado na culinária. Ele aparece nas churrasqueiras, em restaurantes gourmets e até em hambúrguer premium do Mc Donald´s.

A raça Aberdeen Angus é de origem escocesa e vem sendo estudada e modificada geneticamente há mais de um século. O resultado é uma carne com excelente distribuição de gordura entre as fibras musculares, que lhe confere aquele aspecto “marmorizado” uniforme e simétrico, garantindo que ela fique macia, suculenta e saborosa por igual quando levada à churrasqueira.

Normalmente, para que a carne seja considerada macia, ela precisa ter um altíssimo teor de gordura, pois só assim há garantia de que toda a musculatura entrará em contato com ela quando levada ao fogo. Em animais da raça Angus, a distribuição de gordura é uniforme, quase que padronizada, então, para que a carne fique macia não é necessária uma grande quantidade de gordura. O resultado é uma carne suculenta, saborosa e mais saudável.

O Angus também tem grande resistência a doenças, reduzindo a necessidade de medicamentos ao animal, e, por consequência, assegurando uma carne com menos química. Sabemos que hoje há uma grande preocupação com gado que é engordado artificialmente e como estes medicamentos podem afetar a saúde humana, então, é uma opção mais saudável também pela composição da carne. Além disso, é uma raça que atinge mais cedo puberdade e o estado de abate, tornando dispensável a utilização de hormônios para acelerar este processo.

A qualidade desta carne é tão boa que é uma das poucas a atender totalmente o padrão de exigência do mercado europeu (papo técnico: 3 a 6 milímetros de gordura e marmorizado perfeito). Como a distribuição da gordura entre as fibras é equilibrada e simétrica, ela derrete por igual quando levada ao fogo, assegurando que a peça inteira estará macia e saborosa. Esta gordura “rega e tempera” a fibra da carne, que normalmente seria dura e com pouco sabor, proporcionando um resultado inesquecível.

O consumidor brasileiro já percebeu isso e, apesar desta carne ter um preço um pouco acima da média, podemos verificar um aumento de quase 40% em seu consumo no Brasil nos últimos anos. A diferença de qualidade que ela apresenta no sabor e na maciez compensam de forma inquestionável seu valor. Quem prova carne Angus dificilmente consegue deixar de colocá-la como peça obrigatória no seu churrasco.

Não deixe de incluir Angus em seu churrasco e até no seu dia a dia, pois é uma carne nobre, com a melhor distribuição de gordura do mercado e também mais saudável. Uma carne que é considerada como uma das melhores no mercado internacional certamente merece estar na sua mesa.

Etiquetas: ,

Desenvolvido por Agência BMC